Definida a data da Parada Gay de Balneário

Organizadores dizem que prefeitura estaria criando empecilhos ao evento.

Já tá definida a data da sexta edição da Parada da Diversidade de Balneário Camboriú. Os organizadores marcaram a manifestação, popularmente chamada de Parada Gay, para 18 de novembro, um domingo. Segundo eles, assim como nos anos anteriores, a prefeitura já começou a embaçar a Parada. A prefeitura, contudo, nega.

O tema deste ano é “Por uma vida TRANSbordante: travestis, mulheres e homens trans existem e resistem”. O objetivo é contemplar o segmento trans, que costuma ser um dos principais públicos vítimas da transfobia.

O percurso será o mesmo do ano passado: concentração na avenida Atlântica, na Barra Sul, a partir das 14h, e caminhada com saída às 17h em direção à praça Almirante Tamandaré em apenas umas das pistas. Encerramento às 19h.
“Haverá trios elétricos temáticos e a presença de artistas da região. Blocos das transexuais e lésbicas e festa de encerramento em uma casa noturna. Estamos buscando apoio de empresas, bem como de alguns aplicativos. Além disso, vamos realizar uma palestra sobre o tema homofobia e trabalho aos gays”, diz Fernando Lisboa, um dos organizadores.
Além da associação da Parada da Diversidade, estão na organização da marcha em Balneário Camboriú a associação das Mães Pela Diversidade, que abrirá a caminhada deste ano, Grupo Amigos & Tribos, Plastine Eventos Drag Night, Grupo Semear Diversidade e Associação da Parada da Diversidade.

Possível negativa
Fernando Lisboa afirmou ao DIARINHO que a prefeitura já começou a criar empecilhos para a realização da Parada da Diversidade. O movimento protocolou os pedidos para que a prefeitura ajude a organizar o trânsito e coloque banheiros químicos no local.
Segundo ele, houve uma ligação de um funcionário da prefeitura, que não se identificou, adiantando que não seria dada permissão para o evento.
A prefeitura tem outra versão. “O pedido chegou recentemente na prefeitura e não houve ainda a deliberação sobre o assunto. Dentro de alguns dias essa pauta entrará em discussão”, disse a assessoria do prefeito Fabrício Oliveira (PSB).
Jocineia de Jesus, da associação Mães pela Diversidade, não duvida que a prefeitura esteja querendo embaçar mais uma vez o evento, como fez nos anos anteriores. “Acho uma coisa muito triste. Balneário é uma cidade tão eclética, tão jovem, com tanto entretenimento. Esse tipo de postura nem combina com a cidade”, criticou.
Fernando Lisboa adianta que já informou o ministério Público e não descarta a possibilidade de solicitar à promotoria que ingresse com uma ação para garantir a realização da Parada da Diversidade, como nos anos anteriores.

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Parada Gay: judeus protestaram contra lei que impede gays de terem filhos

Judeus ultraortodoxos foram mantidos afastados da marcha. Eles carregavam cartazes com frases como “Não irrite o Deus de Israel”.

Sob forte esquema de segurança, cerca de 20 mil pessoas participaram nesta quinta-feira (2) da Parada Gay anual de Jerusalém.

Os presentes protestaram contra uma lei recém-aprovada em Israel que impede casais gays de ter filhos e pediram a renúncia do primeiro-ministro israelense, Binyamin Netanyahu.

deus ultraortodoxos foram mantidos afastados da marcha. Eles carregavam cartazes com frases como “Não irrite o Deus de Israel”.

Na parada gay de 2015, uma garota de 16 anos, Shira Banki, foi esfaqueada e morta por um ultraortodoxo, que foi condenado à prisão perpétua. Ao fim da marcha desta quinta, foi feito um minuto de silêncio em homenagem a Banki. Com informações da Folhapress.

Fonte: AthosGls

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Nanda Costa participa do programa de Bial e fala sobre o relacionamento gay: ‘Não estava pronta’

A atriz contou como encarou o relacionamento e as reação das pessoas.

Atualmente no ar na novela Segundo Sol, a atriz Nanda Costa participou do programa de Pedro Bial, exibido nesta sexta-feira (03), e falou sobre o medo que teve de assumir sua orientação sexual.

Durante a participação no programa, a atriz e a sua namorada, a cantora Lan, falaram sobre a relação que vem se construindo ao longo de quatro anos, tempo que as duas estão se relacionando escondidas.

As duas contaram como foi que começou o relacionamento entre elas. A busca pelo apartamento onde a cantora morava, os amigos em comum e a admiração mútua uma pela o trabalho da outra foi o que motivou essa aproximação.

Apesar de já estarem se relacionando há um tempo, a atriz falou sobre o receio que as duas tiveram, antes de vir a público assumir a união no dia 12 de junho.  Nanda falou que não se sentia preparada para assumir a união entre as duas, mas tomava muito cuidado para que o fato de namorar uma mulher não viesse a frente de sua profissão.

A atriz frisou que só se sentiu preparada a falar sobre o relacionamento depois dos papeis realizados em Pega Pega e Entre Irmãs.

A cantora Lan também disse que não tinha muita experiência como a namorada com os paparazzi, mas depois de tornarem o relacionamento público pode respirar mais aliviada. Contudo, a cantora afirmou que a exposição teve o seu lado positivo já que elas começaram a receber uma enorme onda de amor do público.

A mãe e Avó de Nanda, e a mãe de Lan estavam na plateia, e falaram como encararam a recepção das notícias em torno da sexualidade de sua filhas. A resposta mais tocante veio da avó de Nanda, dona Maria Inês, que disse que em sua casa nunca faltou amor, e que foi isso que sempre foi ensinado para a neta, amar.

Fonte: Portal 1News

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Lulu ganha 120 mil seguidores ao assumir namoro gay: ‘Não foi ativismo’

Segundo o cantor, a iniciativa de tornar o relacionamento público foi um movimento emocional de um para com o outro.

cantor e jurado do programa The Voice, Lulu Santos, ganhou cerca de 120 mil seguidores na própria conta no Instagram após assumir namoro com Clebson Teixeira, nesta quarta-feira (25).

Lulu, que prepara um disco sobre o atual momento amoroso, explicou ao O Globo, o que moveu sua iniciativa de tornar a relação pública. “A coisa toda partiu de um movimento emocional de um para com o outro, um gesto de amor sobretudo, não exatamente de ativismo”, disse.

E completa: “Como disse no post de agradecimento (“Clebson e eu estamos encantados com todo amor e todo carinho e a gente deseja de todo coração que esse amor reflua a todos vocês”), a forma como as pessoas reagiram foi incrível.”

O cantor ainda ressaltou que a aceitação do público para com o relacionamento ficou visível pelo Instagram, onde o anúncio foi feito. “Meu Instagram ganhou mais de 120 mil seguidores. O dele, que tinha 5 mil, aumentou em seis vezes. Isso significa aceitação, isso é uma sofisticação do povo de privilegiar a honestidade. É uma aposta no que seja honesto”, declarou o artista.

Fonte: Portal GazetaWeb

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

PSB referenda 1ª candidatura de mulher trans do DF à Câmara federal

O Partido Socialista Brasileiro (PSB-DF) sacramentou a candidatura de Paula Benett para a Câmara dos Deputados, conferindo à postulante o status de primeira mulher trans a concorrer ao Congresso Nacional pelo DF.

Benett é ativista do movimento LGBT e realiza trabalho de inclusão social junto a travestis e transexuais. Vencedora de comendas importantes, entre elas o Troféu Solidariedade da ONG Amigos da Vida  e o Prêmio Orgulho LGBT 2017 – Grupo Jovens Unidos por Direitos Humanos, Paula foi eleita pelo Guia Gay Brasília a personalidade ligada a questões de diversidade mais influente do DF.

Um dos enfoques do trabalho de Paula é com moradores de regiões mais carentes, visando afastar as pessoas da prostituição e marginalização.

A missão de se eleger para a Câmara dos Deputados, no entanto, não será fácil. O coeficiente eleitoral para a Casa em 2018 exigirá, em média, 90 mil votos para eleger um candidato.

Na manhã deste sábado (28), o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), oficializou a candidatura à reeleição. Além do chefe do Executivo local, também foi definida a candidatura majoritária ao Senado da ex-secretária de Orçamento, Planejamento e Gestão do GDF Leany Lemos. O partido anunciou ainda apoio a Ciro Gomes (PDT) à Presidência da República.

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

EUROPA JÁ TEM GUIA DE TURISMO LGBTQ

A The European Travel Commission (ETC) e a International Gay & Lesbian Travel Association Foundation (IGLTAF) lançaram o primeiro guia de bolso sobre o segmento LGBTQ – Lésbicas, gays, bissexuais, transgéneros e queer, ferramenta que pretende dar a conhecer o potencial deste mercado e ajudar a melhorar o acolhimento deste público nos destinos europeus.

Numa nota enviada à imprensa, a IGLTAF explica que o guia foi elaborado a partir de um estudo online, que contou com a participação de consumidores LGBTQ de cinco países – Brasil, China, Japão, Rússia e EUA -, além da opinião de 16 especialistas neste mercado, que ajudam a compreender como funciona a procura neste segmento.

“Ao partilharmos dados e recursos sobre o segmento LGBTQ com a indústria das viagens, podemos construir uma maior compreensão sobre a nossa comunidade”, afirma John Tanzella, CEO e presidente da IGLTAF.

Já Peter de Wilde, presidente da ETC, sublinha que “promover o apoio à inclusão LGBT também é uma oportunidade de crescimento económico e de desenvolvimento cultural para os destinos turísticos”.

As conclusões mostraram que a Europa já conta com uma posição consolidada neste mercado, sendo vista pela comunidade LGBTQ como o mais “liberal e socialmente progressivo destino”, apesar de algumas partes da Europaainda oferecerem um ambiente pouco seguro para os turistas LGBTQ.

O estudo apurou também que 80% dos entrevistados dizem ter um forte desejo de visitar a Europa e esperam fazê-lo nos próximos três anos, enquanto 92% dos que já visitaram a Europa esperam repetir a visita.

A maioria dos participantes no estudo mostra-se preocupado com a forma como os cidadãos LGBTQ são tratados nos vários países europeus, valorizando os destinos onde há ‘mente aberta’ e onde os homossexuais são aceites, principalmente se existir legislação que permita o casamento e a união entre pessoas do mesmo sexo. Os eventos dedicados à comunidade LGBTQ, as experiências de luxo e o convívio com a comunidade local são aspectos também valorizados.

O guia é gratuito e pode ser acedido através dos sites da ETC e da IGLTAF.

Fonte: Publituris

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

A Atento em parceria com a Transempregos convida você (travesti, mulher e homem trans), para capacitação gratuita em mercado de trabalho – SALVADOR/BA

A Atento em parceria com a Transempregos convida você (travesti, mulher e homem trans), para capacitação gratuita em mercado de trabalho visando sua empregabilidade, é o programa ATENTO AO FUTURO LGBT+.

Abordaremos: Informática, Comunicação, Gestão Financeira, Empregabilidade, Ética e Cidadania.

São turmas de até 15 pessoas, oferecemos café da manhã e lanche da tarde. Inscrições limitadas até 18/07! Para inscrever-se, envie email para: responsabilidadesocial@atento.com com seu nome completo e número do RG.

ATENÇÃO AS VAGAS SÃO LIMITADAS!

O treinamento acontecerá:
Data: 21 de Julho;
Hora: 08:30 às 17:00hs
Local: Rua Silveira Martins, 1036 – Cabula – Salvador/BA

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Jonathan Dobal, modelo que beija Nego do Borel em ‘Me solta’, fala sobre o polêmico clipe!

‘Encarei como um trabalho’, destacou ele, em entrevista no ‘Superpop’ desta segunda-feira (16)

A polêmica em torno do clipe Me solta, no qual Nego do Borel beija Jonathan Dobal, continua rendendo. Nesta segunda-feira (16), o modelo concedeu uma entrevista ao programa Superpop, da RedeTV! e falou sobre a polêmica produção. Na conversa, ele afirma que encarou com naturalidade a proposta de dar um beijo no funkeiro em cena.

”É diferente por eu ser hétero, nunca beijei um homem antes. Mas não teve constrangimento, nada, encarei como um trabalho”, afirmou, contanto que deixou o cantor à vontade. ”A ideia dele era a quebra do preconceito: ‘me solta, deixa eu fazer o que quiser’. Falei ‘relaxa, vai dançando, vou conduzir a cena e deixa que quando chegar perto vai acontecer’”.

Segundo ele, a química entre os dois foi boa. ”Na primeira vez que fizemos (a cena do beijo) ficou muito boa, o diretor pediu mais uma só para garantir. O beijo técnico a gente aprende no curso de ator, mas na hora ali tem um pouco de contato, a gente acaba se entregando”.

Apesar de todo o burburinho em torno da cena, a família e os amigos de Jonathan aprovaram. ”No dia seguinte à gravação eu contei, falei que foi super profissional. Na hora que saiu o clipe, todo mundo gostou. Minha mãe encarou super bem, sabe que é meu trabalho, meu pai também. A namorada dele (Julia Schiavi) estava lá e disse: ‘caraca, muito louco, ficou bonito”’.

Com a participação no clipe, Jonathan viu a fama aumentar nas redes sociais. ”Ganhei 50 mil seguidores e muitas cantadas, de meninos e meninas. Todo mundo mandando mensagem, uma loucura. E os ataques que recebi foram na internet”, comemorou.

A POLÊMICA No vídeo, gravado na comunidade que carrega em seu nome artístico, Nego do Borel surpreendeu o público ao aparecer de salto alto, batom, bolsa e dar um beijo em um homem, o modelo Jonathan Dobal. A repercussão do lançamento, no entanto, foi negativa nas redes sociais, especialmente entre esse público, que acusa o funkeiro de hipocrisia oportunismo. Tudo porque o artista é visto como apoiador do deputado Jair Bolsonaro, com quem já apareceu em fotos e interagiu positivamente no Instagram.

Vários internautas, ligados ou não à causa LGBT, criticaram a atitude do cantor. ”Eu passo seis horas fora da internet e o Nego do Borel, eleitor do Bolsonaro, resolve lançar clipe com beijo gay atrás do pink money é?”, escreveu o jornalista William de Lucca, um dos principais ativistas do movimento no Twitter. ‘‘Quero julgar ngm nao mas… o nego do borel demonstrou apoio ao Bolsonaro e dps ficou com medo, fez video beijando outro homem e teve um carro ‘roubado’! Eu não sei vcs mas tudo isso me parece ser fake pra tentar limpar a imagem dele”.

Apesar disso, o vídeo é considerado um dos grandes lançamentos do ano e já acumula mais de 29 milhões de visualizações no YouTube.

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Nego do Borel esclarece boato em meio a polêmico beijo gay: “Não apoio o Bolsonaro”

Nego do Borel resolveu se manifestar pela primeira vez após os boatos de que teria uma proximidade ideológica com Jair Bolsonaro (PSL/RJ), pré-candidato a presidência da República, e ao mesmo tempo ser protagonista de um beijo gay em seu novo clipe, “Me Solta”.

Entre acusações do público LGBT e até de seus seguidores, Borel veio a público falar que não apoia Jair Bolsonaro.

“Eu não apoio o Bolsonaro. Esta foto foi tirada num jantar que eu estava também, a pedido do filho dele. Não costumo negar tirar fotos com ninguém”, justificou o cantor, por meio de sua assessoria de imprensa.

“Quando eu decidi fazer esse clipe, sabia que poderia ser algo polêmico, mas fui em frente. A Nega da Borelli é uma personagem que, pra mim, representa a liberdade de ser quem eu sou. Recebi muitos elogios pelo clipe e tenho acompanhado as críticas de perto porque acho que eu e todo mundo temos muito ainda a aprender com esse tema”, concluiu.

Mesmo com as palavras do funkeiro, o perfil do cantor no Twitter mostra o contrário. Ele curtiu alguns tuítes em apoio a Bolsonaro.

Bolsonaro é o cara que você passa a gostar quando vê quem o detesta“, é uma das curtidas do perfil do cantor. Em outra postagem, o like foi dado em um comentário pedindo a eleição de Bolsonaro a presidente ainda no primeiro turno.

O clipe, o beijo gay, a relação com Jair Bolsonaro, a polêmica com o público LGBT e a resposta da assessoria de imprensa têm dividido opiniões nas redes sociais.

Fonte: RD1

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Jovem é agredido na orla em Santos (SP) por ser gay: “Até quando vão nos matar?”

O estudante de publicidade Lucas Acacio estava na praia de Santos, litoral de São Paulo, na última sexta-feira (6), quando foi vítima de uma agressão homofóbica. Lucas saiu do mar e foi pedir um isqueiro para uns rapazes que estavam na orla. “Lembro de um grupo de pessoas mexendo comigo, me zoando pelos meus trejeitos e voz. Depois lembro de levantar do chão, pegar minhas coisas e gritar pra minha amiga correr dali se não eu iria morrer”, escreveu o jovem em um relato nas redes sociais, que viralizou. Até o momento do fechamento desta nota, já eram quase 12 mil compartilhamentos e 30 mil reações.

Lucas contou ao Uol que quando pediu o isqueiro os homens foram hostis. “Eu falei para a minha amiga o que tinha acontecido, ela não gostou e foi reclamar com eles. Eles chegaram a bater nela e eu fui defendê-la. Disseram para ela ‘seu namoradinho vai apanhar para parar de ser veado’ e começaram a me bater.”

Em seu desabafo, o estudante diz que “o grupo de homens aumentava e a única pessoa que se propôs a nos ajudar foi um morador de rua, que chorando, pediu para entrarmos em qualquer ônibus”. Leia a seguir.

No que você está pensando,
Lucas ?

Estou pensando quantas vezes mais eu vou apanhar ou sofrer qualquer tipo de agressão por uma escolha que não fiz. Antes do ultimo jogo do Brasil lembro de um grupo de pessoas mexendo comigo, me zoando pelos meus trejeitos e voz. Depois lembro de levantar do chão, pegar minhas coisas e gritar pra minha amiga correr dali se não eu iria morrer. O grupo de homens aumentava e a única pessoa que se propôs a nos ajudar foi um morador de rua, que chorando, pediu para entrarmos em qualquer ônibus ali na orla em Santos e descer em qualquer lugar bem lá na frente.
Tenho dores em todo o meu corpo, sinto dificuldades nas mais simples atividades. Não aconteceu o pior, só restaram hematomas e dores musculares para tratar e como fiquei inconsciente não me lembro de nada enquanto estava sendo espancado, mas foram chutes no estomago e na cabeça, socos na cara e muita crueldade e covardia de 6 homens.
Não ia postar nada, nem falei isso pra ninguém na intenção de apenas esquecer tudo e aproveitar o resto das férias, mas acabei vendo um vídeo onde um pastor diz expulsar um espirito homossexual da casa de uma mãe fiel e enquanto todos na time line estavam rindo da situação, comecei a chorar. Chorar desesperadamente por saber que essa mãe acredita que seu filho tem um espirito ruim que o torna homossexual. A religião nos demoniza de uma forma bizarra e eu fico perplexo. Perplexo também por saber que hoje temos informações postas em nossas mãos e as pessoas ignoram tudo parar seguir dogmas que matam pessoas e deixam a sociedade doente. Esse é o objetivo de seu Deus ? 
Não foi a primeira agressão que sofri esse ano, quem dirá na vida, mas até quando ? Até quando vão nos matar por sermos do jeito que somos ? Até quando vão ignorar o problema ?
Em 2017, 445 lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais foram mortos em crimes motivados por homofobia, o número representa uma vítima a cada 19 horas (fonte GGB). 
Você ai que diz que respeita mas não aceita, que apoia Bolsonaro e seu discurso, que assovia pra mulher na rua, que usa “viado” como xingamento pejorativo, que segue Silas Malafaia, vocês QUE NÃO PARAM UM SEGUNDO PRA OUVIR E SER EMPÁTICO E USAR A INTERNET PRA PESQUISAR UM ASSUNTO SÉRIO ANTES DE VIR COM UM DISCURSO SEM BASE e vocês que não moveram a bunda da cadeira pra ajudar um jovem sendo espancado por 6 caras enquanto sua amiga não podia fazer nada. TODOS VOCÊS são culpados por todas essas mortes e por cada cicatriz que ficará no meu corpo.

PAREM DE NOS MATAR!

Fonte: Revista Forum

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário