Focada no público masculino, campanha de Carnaval contra Aids não cita gays

Focada no público masculino, campanha de Carnaval contra Aids não cita gays

Apresentação feita pelo ministro Luiz Mandetta (Saúde) no lançamento não traz informações sobre a infecção neste público

O Ministério da Saúde lançou nessa 6ª feira (22) a campanha de Carnaval deste ano. Com o slogan “Pare, pense e use camisinha”, a ação tem como principal alvo homens jovens de 15 a 39 anos.

Segundo a pasta, 73% dos casos de HIV registrados em 2017 foram em homens. Destes, 75% estão nessa faixa etária. Apesar disso, o material disponível do site da campanha até o momento não faz referência a homens gays.

A apresentação (íntegra) feita pelo ministro Luiz Henrique Mandetta no lançamento não traz informações sobre a infecção este público especificamente. A única menção feita foi: “Não importa a orientação sexual, mas o comportamento de risco que pode fazer do nosso maior Carnaval uma memória triste”, afirma.

A divulgação começará a ser feita nas redes sociais neste sábado (23.fev.2019). O vídeo da campanha será lançado também nas redes na próxima 4ª feira (27.fev.2019) e exibido pela TV até o dia 6 de março. Até o momento, conta apenas depoimento do embaixador da campanha, o cantor Gabriel Diniz, assista:

CAMPANHA MAIS GENERALISTA

Além da divulgação de vídeos e materiais gráficos, haverá a distribuição de 12 milhões de preservativos com uma nova identidade visual que faz alusão a equipamentos tecnológicos. As camisinhas serão distribuídas nos blocos por “homens-camisinha” que explicaram a importância do uso.

Esta entrada foi publicada em Na Mídia. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.