As vantagens de adestrar um animal

O adestramento inteligente também pode ser aplicado em outros animais,
como gatos, papagaios, e acreditem, até em peixes.

O Adestramento Inteligente é baseado em reforços positivos, valorizando as atitudes corretas e não as erradas. O método não admite nenhum tipo de violência, como esfregar o focinho do cão no xixi, quando ele se alivia em locais proibidos. Além de serem reprováveis, ações negativas como essa não resolvem absolutamente nada. As recompensas estimulam o aprendizado de cães, gatos e outros animais e, com o objetivo de melhorar a relação entre o dono e seu bicho de estimação, o Adestramento Inteligente respeita o animal e o ser humano. 

As vantagens para o animal 
Com o Adestramento Inteligente, o animal assimila o aprendizado mais rápido e tem prazer em obedecer. O método pode ser aplicado a partir dos 50 dias de vida de cães e gatos. E não há limite de idade! Se você tem um cachorro velhinho, por exemplo, ele também pode aprender.
As vantagens para o dono
Por incentivar as atitudes corretas, o Adestramento Inteligente traz boas consequências para o ser humano também. Ao colocar o método em prática, o proprietário também muda seu comportamento,  já que deixa de lado o uso da agressividade e do medo na forma de se relacionar com seu bicho de estimação.
A importância das recompensas 
Por ser um método que valoriza o animal e seus acertos, as recompensas são parte fundamental do processo e devem ser usadas sempre. São a melhor forma para mostrar ao animal de maneira agradável quais são os comportamentos corretos.
O método é constantemente atualizado
O Adestramento Inteligente é dinâmico. A partir de pesquisas e estudos, as melhores técnicas de treinamento animal estão sempre sendo inseridas no ensino.
O Adestramento 
Inteligente para vários 
animais
Inicialmente desenvolvido para cães, o Adestramento Inteligente também pode ser aplicado em outros animais, como gatos, papagaios, peixes etc. É possível ensinar gatos a obedecerem comandos, papagaios a fazerem truques e não bicar pessoas, e peixes a realizarem pequenos malabarismos, por exemplo.
Violência nunca! 
• Por ser maltratado, o animal pode desenvolver uma personalidade agressiva;
• O pet associa o aprendizado aos maus-tratos, e passa a não gostar do treinamento;
• A presença do dono e do adestrador fica sugestionada a momentos desagradáveis, prejudicando a relação entre todos.

Esta entrada foi publicada em Anunciantes e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>