Deputado quer barrar casais homossexuais e pessoas solteiras de adotarem crianças

Projeto de Lei do deputado federal Victório Galli (PSL), apresentado na Câmara dos Deputados, requer que somente casais (homem e mulher) com união estável podem adotar crianças. O PL proíbe casais homossexuais e pessoas solteiras de entrarem na fila da adoção.

Conforme consta do Projeto de Lei 9906/2018, Galli solicita a alteração do artigo 42 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), para que passa ser inserido a seguinte redação: “Podem adotar os casados ou com união estável entre homem e mulher”.

Para justificar o projeto, o deputado alega que criança mantida por casal do mesmo sexo pode sofrer uma “insegurança emocional e psicológica”.

“É mister que fique claro a insegurança emocional e psicológica da criança mantida por casal de mesmo sexo. É preciso lutarmos de todas as formas legais para manter as crianças próximas ao casal tradicional homem e mulher”, diz trecho extraído do projeto de Galli.

Além disso, no texto, o parlamentar cita: “Deus fez o homem e a mulher e através deles sua descendência. Não há descendência entre homem e homem ou mulher e mulher!”. A criança adotada deve receber proteção da família homem e mulher que irá determinar sua pessoalidade bem como sua visão de mundo”.

Fonte: vgnoticias

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>